quarta-feira, 23 de julho de 2008

Partidas e chegadas

Existem momentos que não podemos esquecer. Precisam ser lembrados sempre que possível, pois deixaram a certeza de que somos feitos para cumprir nosso destino. Serviram também para lembrar que nunca estaremos sós, aconteça o que acontecer. Essa certeza me ampara e fortalece.
Passei alguns dias vivendo exclusivamente para mim. Antes de sair deleguei poderes, paguei as contas, abasteci o carro e deixei a geladeira cheia. Queria que ninguém sentisse falta de mim. Como diz a minha mãe: cumpri a minha obrigação!
Agora, era mergulhar de cabeça em um retiro, enfrentar situações que precisavam de solução, encarar minhas reais necessidades e deixar a intuição fluir. Não tinha o compromisso ou a necessidade de agir assim ou assado. Precisava ir de encontro ao meu caminho, ciente que dentre muitos, era o que mais me seduzia.
As surpresas foram muito além das expectativas, as respostas que obtive também. O encontro com novos e velhos amigos, enriquecedor. A rotina partilhada me fazia parte de um todo muito maior. Era a chance que esperava há 4 anos.
Fui pego de surpresa com abraços de um pai, com um caminhar firme que norteava meus passos. Senti a presença firme e sensível. Éramos semelhantes nas idéias e diferentes no tempo.
Senti e confirmei o que já sabia: eu sou capaz de abrir mão de quase tudo por um ideal maior.
Não jogaria nada ou ninguém para o alto, mas estou aprendendo a viver à medida que aparo os excessos e mergulho em minha divindade. O caminho é só meu e por isso torna-se valioso. Já sei onde quero chegar.

Nenhum comentário:

Sentido

Sentido
Uma das melhores maneiras de dar um sentido para a vida, é procurar deixar o mundo um pouco melhor do que nós o encontramos. Autor desconhecido

Viver: renúncia, prazer, amor e leveza

Minha foto
Petrópolis, Rio de Janeiro, Brazil
Um professor com alma de aluno.