quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Flores e cheiros

O mês de setembro sempre foi decisivo para mim. É em setembro que sou impelido a resolver pendências em minha vida e que me afetam profundamente. No trabalho confronto-me com situações que procurei evitar durante o ano anterior. Sou levado a me posicionar objetivamente, o que nem sempre é compreendido. Crio inimizades facilmente e sinto-me por vezes fragilizado e por outras, extremamente determinado.
Setembro é o mês das sabiás que cantam ao amanhecer ruidosamente, quase sempre me despertando. É um mês de lágrimas intensas, pois volto o meu olhar para mim mesmo e confronto-me com minhas limitações e dificuldades.
Setembro aparece envolto em flores coloridas. O ar ganha um cheiro único e sempre recordo minha infância que foi muito feliz.
Mas não posso mais viver o que já foi vivido. Hoje sinto em minha vida adulta o quanto foi importante ter uma infância de verdade!
Faço uma pausa e olho através da janela. Vejo uma lua cheia saindo atrás das árvores. O dia já se despede.
Foi um dia daqueles. Consegui realizar tudo que havia planejado. Situações que já poderia ter resolvido há tempos, foram resolvidas em poucos minutos. Por que esperei até agora?
O mês de setembro me traz a lembrança, emoções poderosas e profundas.
A minha percepção fica mais apurada e preciso ter cuidados para não sofrer as dores que não sejam minhas.
As orações e meditações diárias ficam mais fortes, assim como a certeza de um propósito maior para mim. Não sei de onde saíram minhas certezas e dúvidas. Não sei o que querem ao me colocar contra a parede em um mês tão romântico e cheiroso. Mas estou certo que sairei fortalecido e certo que fiz o que deveria ter feito, por mais difícil e doloroso que fosse.

Nenhum comentário:

Sentido

Sentido
Uma das melhores maneiras de dar um sentido para a vida, é procurar deixar o mundo um pouco melhor do que nós o encontramos. Autor desconhecido

Viver: renúncia, prazer, amor e leveza

Minha foto
Petrópolis, Rio de Janeiro, Brazil
Um professor com alma de aluno.