terça-feira, 28 de outubro de 2008

Um ponto final verdadeiro!

Muitas vezes sinto que tensiono as relações com as pessoas, escrevia em meu último "post", mas o contrário também pode acontecer. Afinal de contas, não temos a real percepção do impacto que a nossa personalidade pode causar, até que ele se torne evidente. Mas existe um diferencial: eu sei porquê!
Como aprecio as relações humanas e tenho olhos muito atentos, consigo ver e sentir com clareza as motivações que levam as pessoas a tensionarem as relações, assim como eu faço. Mas eu jogo limpo e honestamente. Não faz o meu estilo pequenas provocações e indiretas. Eu falo objetivamente pois só tenho o que ganhar. Eu não tenho medo de encarar desafios e situações não esclarecidas, pois aprendo rapidamente com elas. Eu mergulho de cabeça. Não vou usar desculpas ou justificativas para minhas ações caso esteja errado, considerando que sou muito capaz de assumí-las com todos os riscos possíveis.
Certa vez me disseram que tenho uma "personalidade faiscante" quando quero incendiar uma relação. Eu ri muito com essa história, mas ela tem um fundo de verdade. Quando uma relação não vai bem, eu gosto de dar um calor, uma aquecida para que volte a "soltar faíscas".
Isso significa que tenho bons propósitos quando me torno contestador. Busco uma visão mais ampla e franca de meus relacionamentos.
Mas eu sei reconhecer os diferentes estilos que podem tensionar uma relação e suas razões, principalmente quando venho percebendo a sua evolução a longo tempo. Então, perde a graça, pois já sei qual é a estratégia, qual é a motivação e sei exatamente o que desejam para mim. Isso acontece quando o propósito é ruim e me causa indignação e dor. Dia desses eu coloco um ponto final verdadeiro.
Mas lembre-se: eu sei porquê!

Nenhum comentário:

Sentido

Sentido
Uma das melhores maneiras de dar um sentido para a vida, é procurar deixar o mundo um pouco melhor do que nós o encontramos. Autor desconhecido

Viver: renúncia, prazer, amor e leveza

Minha foto
Petrópolis, Rio de Janeiro, Brazil
Um professor com alma de aluno.